Dicas úteis

Ver todos
Uma introdução ao mundo criptográfico

As primeiras gerações de blockchain

Poucas pessoas sabem que o blockchain está dividido em gerações e hoje estamos na terceira geração. Então, vamos descobrir o que é isso e começar com as duas primeiras gerações!

Na primeira e na segunda geração são utilizadas diferentes linguagens de programação, assim como o algoritmo PoW, ou em outras palavras, um algoritmo especial para verificar e confirmar transações, no qual o poder computacional do dispositivo desempenha o papel principal.

A primeira geração é comumente chamada de Bitcoin e outras moedas com base em seu código. Em comparação com outras gerações, foi criado como substituto para o dinheiro da vida real e para as transações. O Bitcoin é um blockchain seguro, fácil de usar e rápido. Devido à descentralização, ele é considerado completamente anônimo e transparente.

A segunda geração foi marcada pela criação do Ethereum. É escrito com uma linguagem de programação muito mais multifuncional. Especificamente, ela pode ser usada como moeda ― ether e blockchain ― Ethereum para criar contratos inteligentes, por exemplo. Tais contratos são realmente convenientes, pois são anônimos para ambas as partes, nenhum terceiro está envolvido, e o cumprimento dos termos da transação é obrigatório. Os desenvolvedores usam o Ethereum para criar aplicativos com os quais os outros participantes da cadeia possam interagir, bem como novas criptomoedas. Isso acontece devido ao fato de que o blockchain Ethereum fornece aos desenvolvedores muitas ferramentas e recursos e é mais um ecossistema do que apenas um banco de dados para a criação de moedas digitais.

Publicados: 08.02.2022

Adicionado Recentemente